Postagem em destaque

Velejando a Vida

               É difícil, ao velejador, recolher as velas em meio à tempestade, mas é fundamental que o faça. Sem a calma e o esforço nec...

domingo, 29 de junho de 2014

Reflexões



         Na impossibilidade de fugir da morte, vivamos intensamente cada sopro de vida. Assim, quando chegar o instante derradeiro, suspiremos e partamos, com a sensação (ou ideia) de que nada deixamos para trás, apenas paramos de respirar.

***
A pedra de Sísifo


         "A culpa é tua!", "a culpa não é minha!", frases fatídicas que nos obrigam a empurrar, montanha acima, a pedra destinada à eterna descida.

Esse, o Inferno diário em que queimamos a vida. Basta de carregar a pedra de Sísifo!
(29 de junho de 2014)