Postagem em destaque

O Pintassilgo e o Poeta

Caminho a teu lado na rua apinhada de gente, falando línguas que não entendo. Caminho a teu lado e vejo o que de longe me parece ser um...

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Lembranças


O teu braço sobre o meu ombro
Não é mero gesto protetor.

O arrepio da tua mão fria
Que estremece no entrelaçar dos dedos,

A caminhada silenciosa a teu lado,
O sorriso que bloqueia a palavra
E esconde o pensamento.

São traços de um afeto maior
Que teimas em negar!